Departamentos
Notícias recentes

Saiba como escolher o piso ideal para sua casa

May 16, 2018 ,    ByCocil Home Center,   0 comment(s)

Aprenda a diferença entre cerâmica, porcelanato, pastilha e laminado e qual a escolha adequada para cada ambiente.

Decorar ou redecorar uma residência nem sempre é uma tarefa fácil. Muitas vezes não sabemos nem por onde começar. Em tempos de crise o trabalho pode parecer mais complicado por causa dos custos, mas não abandone seu projeto, com criatividade e algumas dicas sua casa ficará linda!
Cada ambiente exige um piso diferente. Se fizer a escolha certa, você terá menos trabalho na hora da limpeza e sua casa ficará mais linda e aconchegante. Escolher um modelo novo de piso exige pesquisa. Antes de decidir, pense na instalação, manutenção e durabilidade.
O acabamento não é apenas mais um aspecto visual, é, sem dúvida, uma das etapas mais importantes, pois torna o lar mais aconchegante e com personalidade. E não só isso: o piso também deve ser adequado para cada ambiente. Por exemplo, a opção ideal para o quarto nem sempre será a mesma indicada para o banheiro. 
Como a cozinha é um dos lugares mais movimentados da casa, o ambiente pede um piso resistente. Para cumprir essa função, a sugestão é o porcelanato. Já no banheiro o recomendável são pisos frios e pouco porosos, como o porcelanato esmaltado ou as pastilhas.  Para salas e quartos, a sugestão é apostar em pisos mais quentes e aconchegantes, como os laminados. Para você acertar na escolha do piso, confira outras dicas:


Pisos de cerâmica



Durável e fácil de limpar, o piso de cerâmica pode ser aplicado tanto em ambientes internos, quanto externos. Mas atenção, porque cada cerâmica tem um grau de resistência (PEI, do inglês Porcelain Enamel Institute). Quanto maior o número, mais resistente. Veja o indicado para cada ambiente: 


  • PEI 1 - Indica um esmalte frágil, geralmente encontrado em azulejos, não aceitando nenhum tipo de atrito. Ideal para aplicação em paredes ou em locais com praticamente nenhum tráfego, como pequenos quartos onde usa-se chinelos, por exemplo.
  • PEI 2 - Os pisos e revestimentos com esta classificação são ideais para aplicação em paredes ou em locais com pouquíssimo tráfego, como pequenos quartos onde usa-se chinelos, por exemplo.
  • PEI 3 - Este é o tipo mais usado em residências, por suportar pequeno tráfego. Pode ser colocado em praticamente todos os cômodos da casa, como quartos, sala, cozinha e banheiros.
  • PEI 4 - Com um esmalte mais resistente, os pisos com esta classificação são ideais para corredores de maior tráfego, entradas, áreas externas e garagens cobertas ou não.
  • PEI 5 - Nesta classificação estão os pisos com o esmalte mais resistente, perfeito para o alto tráfego de pessoas, como lojas, restaurantes, lanchonetes, escritórios, consultórios ou até mesmo shoppings e pequeno tráfego de veículos.

PEI x Qualidade do piso

A classificação PEI refere-se apenas a qualidade do esmalte do piso e não a resistência da peça em si. Para ser mais prático, um piso PEI 5 é mais resistente a riscos com pedras ou arrastar de objetos pesados do que um PEI 3, por exemplo; mas isto não quer dizer que o PEI 5 suporta um peso de um caminhão. A resistência a peso implica em outros fatores, como a qualidade da cerâmica, forma e materiais usados no assentamento, qualidade da base do piso, entre outros.

Se o PEI 5 é o melhor, porque comprar um piso de PEI inferior?

Os pisos PEI 5 são normalmente projetados especialmente para uso externo e possuem algumas características típicas destas aplicações, como superfície anti-derrapante, grandes dimensões (40 x 40cm ou mais), maior resistência a peso e outros. Isso torna os pisos PEI 5 não muito adequados para uso residencial, salvo áreas como quintais e garagens. Outro fator a ser considerado é seu preço mais elevado, em vista das suas qualidades.


Porcelanatos



Existem vários modelos, de diferentes características e que, portanto, podem ser usados em diversos ambientes, com exceção do porcelanato técnico (polido) que não é indicado para uma garagem, por exemplo. Hoje em dia as peças estão cada vez maiores, isso valoriza o ambiente e traz a sensação de amplitude, leveza e sofisticação. Para áreas sociais, escolha modelos lisos. Para ter menos trabalho na limpeza escolha pisos escuros e retificados. Assim, você vai prestar menos atenção se um fio de cabelo cair sobre o piso do seu banheiro e terá menos rejunte aparente. Evite assentá-los na diagonal. Isso diminui a sensação de espaço e aumenta a porcentagem de perda nos recortes. Os modelos de cores claras e texturas mais discretas são ideais para quem quer chamar a atenção para outros pontos da decoração.


Pastilhas


Elas podem ser de vidro ou cerâmica e estão disponíveis em diversas cores, tamanhos e formatos, sendo uma boa maneira de dar cor ao ambiente. Os usos mais comuns são em detalhes de banheiros, piscinas e cozinhas, mas isso não impede que elas sejam usadas em outros ambientes. 


Laminados


Esse tipo de piso dá menos trabalho para cuidar, é mais barato e de fácil instalação. Se for bem cuidado pode durar muitos anos. Antes de escolher o piso, leve em conta o tamanho dos cortes, a cor da madeira e a posição do laminado. A maneira de alinhar o piso permite a criação de efeitos visuais mágicos. Ao posicionar as placas em linhas horizontais, verticais ou diagonais, você amplia, diminui, sempre deixando o ambiente muito elegante.


Notícias relacionadas


Top